IV FESTIVAL DE CINEMA DE SOUSA DIVULGA PROGRAMAÇÃO


Um dos festivais cinematográficos mais importantes do interior da Paraíba, já está sendo preparado. O Festival de Cinema de Sousa – FESTISSAURO, realizado na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba, chega a sua 4ª edição este ano com muitas exibições regionais e nacionais.

O objetivo do evento é juntar realizadores, produtores, estudiosos e espectadores do segmento audiovisual do sertão paraibano, de outras regiões da Paraíba e do Brasil, fomentando a cultura de produção audiovisual na região.

Os destaques desta edição ficam por conta das mostras competitivas de filmes, inclusive infantil; a exposição fotográfica Sertão do artista sousense Márcio Moraes e a homenagem ao cineasta sertanejo Laércio Filho.

Laércio Ferreira de Oliveira Filhocomeçou suas atividades no cinema em 2005 com o filme Memória Bendita, e  tem, no currículo, entre roteiros e direção, sete produções com destaque para ficção “Antoninha”, premiada em vários festivais de cinema pelo país.

A organização do festival divulgou oficialmente a lista com os filmes que serão exibidos. Este ano, o evento acontece no Cineteatro da UFCG, no centro de Sousa.

Confira abaixo a programação completa do IV FESTISSAURO

 

 PROGRAMAÇÃO

DE 23 A 25 DE OUTUBRO

Oficina: Fundamentos da Animação

Instrutor: André dias

Duração: 12hs

Local: IFPB-São Gonçalo

Horário: 13 as 17hs

DIA 26, QUINTA-FEIRA

Manhã

8h – Oficina: Entendendo o cinema 3D e produzindo óculos para exibições

Instrutor: Adilson Barros

Duração: 8hs

Local: Biblioteca Humberto de Campos – Sousa

Horário: 7hs as 11hs

TARDE

14h30 – MOSTRAS COMPETITIVAS:

PASSAGEM DAS PEDRAS DE CURTA-METRAGEM NACIONAL

RASTRO DO BOI E DA EMA DE CURTA METRAGEM PARAIBANO

PELEJA NO SERTÃO – Animação | 14min. | 10 anos | Direção: Fabio Miranda | Cidade: Fortaleza-CE

 A MALDIÇÃO DE CLARICE –Ficção | 20min. | 12 anos | Direção: Irene Ponciano | Campina Grande-PB

SEU JOSÉ – Documentário | 15min. | livre | Direção:  Sileno Alexandre | Cubatão-SP

MARIAS – Ficção | 15min. | 12 anos | Direção: Edem Ortegal | Goiânia-GO

O ERMITÃO DAS FLORES – Ficção | 18min. | livre | Diretor: Érik Medeiros | Campina Grande-PB

INDELÉVEl – Documentário | 20min. | livre | Direção: José Akashi Junior – Guilherme Minot | Anápolis – GO

SUPERDANCE – Ficção | 20min. | livre | Direção: Pedro Henrique | Fortaleza- CE

16h20 – TROCA DE IDEIAS COM OS REALIZADORES

NOITE

19h – ABERTURA DA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SERTÃO

Local: Hall do auditório da UFCG-Centro

Fotógrafo: Márcio Morais

19h20 – CERIMONIAL DE ABERTURA

19h30 – MOSTRAS COMPETITIVAS:

PASSAGEM DAS PEDRAS DE CURTA-METRAGEM NACIONAL         

RASTRO DO BOI E DA EMA DE CURTA METRAGEM PARAIBANO

REDEMUNHO – Ficção | 20min. | Livre | Direção: Marcélia Cartaxo | João Pessoa-PB

ZABÉ DA LOCA: A RAINHA DO PÍFANO – Documentário | 6min. | Livre | Direção: Dayara Sousa | Campina Grande-PB

MAIS QUE A CHUVA – Ficção | 7min. | Livre: 14 anos | Direção: Thiago Rodrigues | Areia-PB

O CINEMA NO VALE DO MAMANGUAPE – Documentário | 16min. | Livre | Direção: José Muniz | Mamanguape-PB

O MAR DE HELENA Ficção | 20min. | 12 anos | Direção: Lucas Vasconcelos | Rio de Janeiro – RJ

EU ME PREOCUPO Documentário | 19min. | Livre | Direção: Paulo Silver | Maceió – AL

TENTEIFicção | 15min. | 14 anos | Direção: Laís Melo | Curitiba – PR

ATRITO – Ficção |18min. | 16 anos | Direção: Diego Lima | João Pessoa-PB

21h15 – TROCA DE IDEIAS COM OS DIRETORES

 DIA 27, SEXTA-FEIRA

MANHÃ

7h – Oficina: Entendendo o cinema 3D e produzindo óculos para exibições

Instrutor: Adilson Barros

Duração: 8hs

Local: Biblioteca Humberto de Campos – Sousa

Horário: 7hs as 11hs

9h  –  MOSTRA COMPETITIVA

PASSAGEM DAS PEDRAS DE CURTA-METRAGEM NACIONAL

SEÇÃO ESPECIAL SOUSATITAN DE FILMES INFANTO-JUVENIL

SOLITO – Animação | 5min. | Livre | Direção: Eduardo Reis | Porto Alegre – RS

A PISCINA DE CAÍQUE – Ficção | 15min. | Livre | Direção: Raphael Silva | Goiânia -GO

ÓRION – Ficção | 16min. 52seg | Livre | Direção: Rodriane D | Curitiba –PR

SONHOS DA ISAH – Animação | 5min. | Livre | Direção: Joao Costa | Governador Celso Ramos – SC

ÒRUN ÀIYÉ – A CRIAÇÃO DO MUNDO – Animação | 12min. | Livre | Direção:  Jamile  Coelho e  Cintia  Maria | Salvador-BA

PEQUENOS ANIMAIS SEM DONO – Ficção | 13min. | Livre | Direção: Maju de Paiva | Rio de Janeiro – RJ

TARDE

13h –  MOSTRA VELHO DO RIO DE FILMES CONVIDADOS

SEÇÃO ESPECIAL DO PROJETO CINEMA NO INTERIOR

OS CAÇADORES DA ARTE PERDIDA – Ficção | 15min |  Livre | Direção Coletivo Cinema no Interior | Sousa-PB

A TRILHA – ficção | 17min | 10 anos | Direção Coletivo Cinema no Interior | Belem do São Francisco-PE.

DESCAMINHOS – Ficção | 8min | 10 anos | Direção Coletivo Cinema no Interior | Manaira-PB

MANCHIK – Ficção | 15min | Livre | Direção Coletivo Cinema no Interior | Santa Elena do Uiairen, Venezuela.

14h40MOSTRAS COMPETITIVAS:

PASSAGEM DAS PEDRAS DE CURTA-METRAGEM NACIONAL

 RASTRO DO BOI E DA EMA DE CURTA METRAGEM PARAIBANO

SOBRE UMA BORBOLETA E SEU CASULO – Ficção | 14min. | 10 anos | Direção: R.B. LIMA | João Pessoa – PB

XAVIER – Ficção | 13min. | Livre | Direção: Ricky Mastro | São Paulo -SP

DIAMANTE, O BAILARINA – Ficção | 20 min. | 12 anos | Direção: Pedro Jorge | São Paulo- SP

PELE SUJA MINHA CARNE – Ficção | 13min. | 12 anos | Direção: Bruno Ribeiro | Rio de Janeiro- RJ

HOSANA NAS ALTURAS – Ficção | 17min. 34seg | 16 anos | Direção: Eduardo Varandas | João Pessoa-PB

16h20 – TROCA DO IDEIAS: CINEMA NA ESCOLA: DIVERSIDADE SEXUAL EM FOCO

DEBATEDORA: DEPUTADA ESTELA BEZERRA

NOITE

19h20 –  MOSTRA COMPETITIVA

RIO DO PEIXE DE CURTA-METRAGEM SERTANEJO

SOB O SOL DE ROSA – Ficção | 20min. | 14 anos | Direção: Janduy Acendino e Wellington Oliveira | Cajazeiras-PB

ROTINA – Documentário | 5min.40seg | Livre | Direção:Tarciano Silva | Coremas-PB

ANDANTE ALEGRO E VIVANCE – Documentário | 20min. | Livre | Direção: Anderlúcia Caldas | Itaporanga-PB

O MISTÉRIO DA SERRA DO HOREBE – Ficção | 5min. | 12 anos | Direção: Lumenna Thayná e Lourival Neto | Monte Horebe-PB

LAMPIÃO E O CIMENTO – Documentário | 8min. | Livre | Direção: Diassis Pires | Coremas-PB

NA CARA – Ficção | 5min. | Livre | Direção: Coletiva | Sousa-PB

AROEIRA – Ficção | 10min. | 16 anos | Direção: Ramon Batista | Nazarezinho-PB

PRAÇA DE GUERRA – Documentário | 19min. | 12 anos | Direção: Ed Gomes | Catolé do Rocha –PB

NINO – Ficção | 20min. | 12 anos | Direção: Marcelo  Carvalho | Sousa-PB

21h30  – TROCA DE IDEIAS COM OS DIRETORES DOS FILMES

DIA 28, SABADO

TARDE

15h30 – MOSTRA VELHO DO RIO DE FILMES CONVIDADOS

 O CANTO SECRETO DE ACAUÃ – Ficção | 15min. | Livre | Direção: Coletiva | Sousa-PB.

Troca de Ideias – alunos do ECI – Mestre Júlio Sarmento – Sousa-PB

 

19h30 – CERIMÔNIA DE HOMENAGEM AO CINEASTA LAERCIO FERREIRA DE OLIVEIRA FILHO

20h – CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO

 

OUTRAS INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO

 

APRESENTAÇÃO

O melhor festival de cinema do interior da Paraíba, O FESTISSAURO – Festival de Cinema de Sousa é uma realização da M2 Filmes e chega, em 2017, a sua IV edição. O evento que congrega realizadores, produtores, estudiosos e espectadores do segmento audiovisual do sertão paraibano, de outras regiões da Paraíba e do Brasil e tem como objetivo exibir e premiar filmes de curta metragens selecionados para mostras competitivas sertão, paraibana e nacional.  Além de exibir filmes O FESTISSAURO também tem a missão capacitar, através da realização de oficinas, e, principalmente, debater com os realizadores e representantes governamentais as políticas públicas para o setor do audiovisual.

O Nome FESTISSAURO reflete o que cidade oferece de mais importante pra oferecer aos seus visitantes, uma visita ao Monumento Natural Vale dos Dinossauros. O nome das mostras competitivas de filmes do Festival é um convite à parte para a uma viagem a memória, a história, a cultura e ao turismo da “Terra dos Dinossauros”.

 MOSTRA RIO DO PEIXE DE CURTA-METRAGEM SERTANEJO – referência ao Rio do Peixe que corta o município de Sousa pela região norte. As Margens deste importante rio foi edificado Monumento Natural Vale dos Dinossauros. Em toda extensão do seu leito é possível encontrar pegadas fossilizadas de dinossauros

 MOSTRA PASSAGEM DAS PEDRAS DE CURTA-METRAGEM NACIONAL – homenagem a localidade de mesmo nome, no leito do Rio do Peixe, onde foram encontradas, em 1897, pelo agricultor Anísio Fausto da Silva, os primeiros fósseis (pegadas) de dinossauros do Brasil. Neste local foi edificado o Monumento Natural Vale dos Dinossauros que fica a cerca de 5 km do centro da cidade de Sousa-PB.

MOSTRA RASTRO DO BOI E DA EMA DE CURTA-METRAGEM PARAIBANO – nome dado pelo Agricultor Anísio Fausto da Silva, a maior trilha de pegadas de dinossauros do “Mundo”, que fica na localidade de “Passagem das Pedras”.

MOSTRA SOUSATITAN DE FILME INFANTIL – O nome de uma nova espécie de titanossauro encontrada pelo Sr. Luiz Carlos Gomes, em 2016, no Vale dos Dinossauros, e identificada pela paleontóloga Dra. Aline M. Ghilardi  da UFPE como uma fíbula fossilizada, datada de 136 milhões de anos. Isso torna ‘SOUSATITAN‘ o dinossauro mais antigo do período Cretáceo a ser identificado no Brasil.

 

 SOUSA-PB

Sousa, a cidade dos dinossauros, possui o reconhecido Monumento Natural Vale dos Dinossauros, um sítio paleontológico referencial em pegadas fossilizadas para pesquisadores, turistas, estudantes, ecologistas do Brasil e de outros lugares do mundo. O MONUMENTO NATURAL VALE DOS DINOSSAUROS  é uma unidade de conservação localizada a cerca de 5km da sede do  município, criada em 27 de dezembro de2002 pelo Decreto Estadual N.º 23.832. Um dos mais importantes sítios paleontológicos existentes, onde registra-se a maior incidência de pegadas de dinossauros no mundo.

Com uma população estimada em 68.434 pessoas, o município fica localizado no alto sertão, distante 460 km da capital da Paraíba e é o 3º maior em território do Estado. Sousa, uma cidade acolhedora, possui vários pontos turísticos além do Vale, entres eles: A Igreja da Mariz Nossa Senhora dos Remédios, Igreja dos Rosários dos Pretos e o por do sol do açude de  São Gonçalo.

O município é o centro da fruticultura do polo Alto Piranhas, que engloba mais de 10 municípios com o projeto Várzeas de Sousa. Apesar de a agricultura irrigada ser uma prática antiga e que tem muito a avançar, conseguiu carimbar na cidade uma marca: é de Sousa que sai a melhor água de coco do Brasil.

 

OFICINAS

Fundamentos da Animação

Oficina sobre os fundamentos do cinema de animação com a produção de um curta metragem em técnicas alternativas de animação (stop motion com objetos, recortes, pixiletion, etc). Serão oferecidos conhecimentos técnicos que possibilitarão ao aluno no término do curso produzir pessoalmente uma animação autoral. Instrutor: André dias

Entendendo o cinema 3D e produzindo óculos para exibições

.A oficina apresenta os conceitos básicos sobre as tecnologias que envolvem o Cinema 3D e ensina a produzir os próprios óculos para assistir nesse formato, afim de incentivar a criatividade e o interesse pelo que há de mais recente no mundo cinematográfico, principalmente das animações, como forma de entretenimento e educação. Instrutor: Adilson Barros.

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA SERTÃO

A exposição fotográfica “SERTÃO”, produzida pelo fotógrafo Márcio Moraes, retrata a vida dos sertanejos que vivem em comunidades ciganas no interior do Estado. A inspiração do fotógrafo sousense surge de cenas do cotidiano e posteriormente passam a ser eternizadas através da arte fotográfica.  A ideia central da exposição é mostrar que apesar da simplicidade é possível ser feliz.

 PROJETO CINEMA NO INTERIOR

Projeto, idealizado pela MONTT SERRAT FILME, realiza pesquisas, oficinas de formação, filmes, livros fotográficos e mostras de cinema mantendo a própria comunidade local como principais pesquisadores, protagonistas e plateia inicial neste audacioso trabalho de intercambio e de valorização da cultura e classe artística interiorana.

  HOMENAGEADO.

 Laércio Ferreira de Oliveira Filho, começou suas atividades no cinema em 2005 com o filme Memória Bendita, selecionado pelo projeto nacional Revelando os Brasis. Já tem no currículo, entre roteiros e direção, sete produções com destaque para ficção “Antoninha”, premiada em vários festivais de cinema pelo país.  Laercinho, como carinhosamente é conhecido, nasceu na cidade de Pombal, mas mora em Aparecida e foi nesta cidade que ele fundou nos anos 90, junto com outros artistas e militantes da cidade, a ONG Acauã Produções Culturais e o Cine Clube Charles Chaplin.

Idealizador e coordenador da Mostra Acauã do Audiovisual Paraibano, onde exibe a “céu aberto” para a população local filmes paraibanos, Laércio também é responsável pela primeira animação produzida no Sertão do Estado, indo, inclusive, contra a corrente atual de animação, que busca mais o processo 3D, e usando a técnica de desenho tradicional 2D para realizar “Uma Aventura na Caatinga”, lançado este ano e selecionado para vários e festivais e mostras de cinema nacional e internacional.